quarta-feira, outubro 01, 2008

O Natural....BENFICA 2 - Sporting 0


Olhem, sinceramente, tenho que começar por dizer que estou um bocado chateado com o Quique Flores. É que sempre me habituei a ver o Benfica como um clube que respeita os seus adversários, e que sabe manter uma postura elevada quer na vitória, quer na derrota. Por isso acho que é um extremo desrespeito pelo Recreativo Piqueniqueiro do Lumiar que ele tenha chegado a este jogo, e tenha decidido:


"Sportém? Contra esses basta metermos dois adolescentes no centro da defesa. E só para o desprezo ser ainda maior, vou manter o Léo no banco e o Jorge Ribeiro a titular, o Aimar e o Katsouranis também no banco. Coño!"

Mas pronto, para o karma não ser tão negativo, também houve boas acções da nossa parte. É sempre bom proporcionarmos a oportunidade a um par de rapazes de realizarem o seu sonho de infância: jogar no relvado de um Estádio da Luz cheio. É bonito, a criançada gosta, e o Veloso e o Moutinho ficam com memórias preciosas deste dia tão especial, para um dia poderem contar aos netos quando os levarem pela mão a ver o seu primeiro jogo na Luz.

Não sei explicar, mas parti para este jogo com uma confiança inabalável de que iríamos vencê-lo. Não sei, talvez porque, na minha cabeça por vezes excessivamente analítica e racional, há constantes na vida. E quando eu olho para as equipas do Benfica e do sportém, o mais natural é que a equipa do Benfica vença a do sportém. Nós temos o Reyes, e eles têm um indivíduo com pinta de quem mora num atrelado que se chama Ronhónhó. Nós temos o Aimar, e eles têm um sujeito rotundo, com evidentes dificuldades de locomoção, que acho que se chama Rochembolha, e que conseguiu ser dispensado a custo zero do clube anterior. Nós temos o Sídnei e eles têm o Túnel, que um dia se foi mascarar de D.Afonso Henriques para a capa de um jornal. Nós temos o Cardozo e eles têm um gajo que foi um barrete no Tottenham, no fóculporto, no St.Etiénne, no Panathinaikos, e que depois foi impingido à lagartada em jeito de esmola por andarem caladinhos, e cujo maior mérito tem sido conseguir marcar golos em fora-de-jogo (pronto, fez uma boa época no fóculporto do Mourinho, antes de ser vendido ao Tottenham, e tem andado a viver às custas disso desde então - mas quem é que não faz boas épocas com o Mourinho?).


Portanto, ou acontecia uma daquelas surpresas em que o futebol por vezes é fértil, e aquele paralelepípedo táctico recheado de artolas conseguia uma vitória improvável (só mesmo um calhau como o Jesualdo é que, por mais que tente, não consegue arranjar forma de dar a volta a isto e sistematicamente leva banhos tácticos do Paulo 'nunca perdi na Luz' Bento), ou então as coisas passavam-se com naturalidade e o superior valor de um dos nossos jogadores resolvia a questão. Certa ou errada esta era, pelo menos, a minha lógica inabalável. Felizmente foi esta última hipótese que se verificou.

A exibição individual da maioria dos atletas encarnados está num patamar elevadíssimo. José António Reyes será, evidentemente, o grande destaque benfiquista, não só pelo grande golo que marcou mas também pelas constantes movimentações na ala esquerda. Como do atleta há muitos anos, é com grande expectativa que o vejo a reconstruir a carreira de águia ao peito. Tal como em Paços de Ferreira, a jovem dupla Miguel Vítor e Sidnei exibe uma qualidade que poucos poderiam vaticinar. Se o talento e a margem de progressão destes dois jovens são indiscutíveis, a parelha que vão construindo coloca os atletas mais categorizados em sobressalto. Miguel Vítor é mais recatado e imperial, enquanto que Sidnei o mais vistoso e vigoroso. Com um bom golo a coroar a exibição da dupla, porque Miguel também trabalhou para o tento do colega brasileiro, o futuro é-lhes risonho.

Em relação a arbitragem ficou um penalty claríssimo sobre Yebda, quando Postiga o agarra desalmadamente. Depois do golo de fora de joga contra o belenenses e o choradinho constante de bento e socios lagartos é normal isto acontecer, já estamos habituados.

O inicio do sportem no campeonato era enganador, jogaram em casa com os dois ultimos e fora com um Braga em crise.

O Benfica jogou com uma defesa quase toda ela suplente(sidnei,miguel vitor e jorge ribeiro), ainda sem Suazo, Aimar, Katsouranis e Di Maria .....ou seja mais de metade da equipa não começou o jogo, e ganharmos com um claro 2-0 aos lagartos, demonstra a grande diferença entre os dois clubes.......

Claro que não é novidade, mas além da gritante diferença de qualidade entre os dois plantéis, também existe uma diferença monstruosa de dimensão entre os clubes.

Por isso acho uma parvoíce aqueles que têm a mania de falar em 3 grandes.

Mas quais 3 grandes?!?

O fóculporco é grande? Só se for na corrupção.

O zbording é grande? Só se for na estupidez.

E o Benfica não é bem grande, é ENORME.


SOU DO BENFICA E ISSO ME ENVAIDECE......

sexta-feira, setembro 19, 2008

Napoles 3 - BENFICA 2, o CLONE dos arbitros portugueses: Bjorn Kuipers


Como é que uma equipa não pode deixar de se queixar de um árbitro que não assinala uma carga evidente sobre David Suazo, já dentro da área, que ia na eminência de facturar? Como é que não se expulsa Contini, por uma entrada tão brutal que incapacita completamente o avançado hondurenho do Benfica? E o segundo cartão amarelo perdoado a Blasi, ainda na primeira parte? e mais um penalty, claríssimo sobre Sidnei.
Comportamento em tudo semelhante ao longo historial de arbitragens que tem, infelizmente, impossibilitado melhores resultados nos últimos largos anos de Liga Portuguesa. No San Paolo passou-se precisamente a mesma coisa.

Há que ter em consideração que uma equipa que se apura para a Taça UEFA na Série A só pode ter um grande conjunto. O Nápoles tem alguns craque que impõem respeito, constituindo uma equipa solidificada há muito tempo.

O BENFICA, com o melhor plantel dos ultimos anos, cheio de qualidade em quantidade!!

David SUAZO, um jogador de topo, ao lado de Cardozo, apoiado por Aimar e Reyes, é uma verdadeira delícia, mas que ainda não será possível na recepção ao Napoles.

Penso que na Luz, não será difícil derrotar este Napoles, jogamos em casa, estádio cheio e GRANDES jogadores...aposto num claro 3-0.

SOU DO BENFICA E ISSO ME ENVAIDECE......

quarta-feira, setembro 03, 2008

mais do mesmo.....uma vergonha este país de CORRUPTOS!

Enquanto existem animais SUSPENSOS, mas continuam a ser acampanhados por as pessoas que "suspostamente" os suspenderam..........

Enquanto existem outros animais a distribuir cotoveladas e joelhadas e apenas levam 1 amarelo em 30 jogos....

Isto acontece: Depois de Derlei em 2006/07 e de Katsouranis em 2007/08, os únicos punidos em cada temporada, os benfiquíssimos estão de regresso. Confesso que, durante a partida, não me tinha apercebido da agressão de Luisão, mas considero inquestionável a justiça da suspensão. Sabendo, previamente, que este procedimento técnico só serve para punir jogadores do Benfica, há pouco a estranhar. E apesar deste tipo de denúncias já ser recorrente, curioso será saber a reacção da escumalha que, durante o defeso, andou com os "queixinhas" na boca...

Ou seja três anos, apenas três sumaríssimos...e para três jogadores do ENORME!!!...estranho??!! claro que não!!!.....nunca jogamos contra 11...em campo contra 15, fora do campo nas secretarias....enfim, é triste!!!

Mas nós GLORIOSOS, sabemos bem o nosso valor, ter jogadores como AIMAR, REYES,DI MARIA, SUAZO,KATSOURANIS, LUISÃO..etc...é um motivo de orgulho!!

SOU DO BENFICA E ISSO ME ENVAIDECE.......

segunda-feira, julho 21, 2008

mais vergonha??!!

sexta-feira, julho 18, 2008

PABLO AIMAR "EL MAGO"






Um dos melhores jogadores do Mundo, chega ao MEU BENFICA, UM ORGULHO!UM SONHO!


quarta-feira, julho 16, 2008

GRANDE RICARDO!!!!

"O Benfica vai perder seis dos 52 pontos conquistados na edição de 2007/08 da Liga portuguesa. O castigo aplicado pela FIFA ao clube da Luz, pela falta de pagamento de uma verba relativa ao jogador Alcides, é irreversível."Manchete do JN do Porto

"O Benfica esteve quase a perder seis pontos referentes ao campeonato da época transacta por deliberação da FIFA. O clube da Luz só anteontem conseguiu evitar a sanção."Manchete do DN de Lisboa

"Benfica perde 6 pontos."Manchete do O Jogo


Faço minhas, as palavras deste rapaz, que me habituei a respeitar:
"Há coincidências engraçadas. O leitor que siga, se puder, esta extraordinária sequência de acontecimentos:

1 A direcção do Benfica convocou uma assembleia geral para pedir aos sócios que aprovassem a criação do Canal Benfica.

2 O Canal Benfica pretenderá, naturalmente, transmitir os jogos do Benfica.2 e meio Como é do conhecimento comum, os jogos do Benfica são a única coisa que realmente interessa ver na televisão.

3 O principal prejudicado com a criação do Canal Benfica será a Sport TV, que perde a única coisa que realmente interessa ver na televisão (ver ponto 2 e meio).

4 No dia da assembleia geral, três jornais (Diário de Notícias, O Jogo e Jornal de Notícias) publicaram, em manchete, uma notícia segundo a qual o Benfica iria perder 6 pontos por ordem da FIFA, e arriscaria descer de divisão porque a direcção (a mesma que queria criar o Canal Benfica) teria tido a incompetência de não recorrer de um castigo — e todos sabemos, desde há uns meses, que não recorrer de castigos é sinal de incompetência.

5 Por uma daquelas coincidências incríveis, todos os jornais (Diário de Notícias, O Jogo e Jornal de Notícias) que publicaram a notícia pertencem ao mesmo grupo empresarial que detém a Sport TV (ver, com redobrado interesse, o ponto 3).

6 A notícia, por uma daquelas coincidências incríveis, era falsa.

7 Dos três jornais que deram a notícia (Diário de Notícias, O Jogo e Jornal de Notícias), só um contactou (Diário de Notícias) o Benfica para fazer aquilo a que se chama, em jornalismo, trabalho decente.

8 Tendo o Benfica desmentido, com documentos, a notícia, o jornal em causa (Diário de Notícias) ficou com uma não-notícia em mãos, o que não impediu o jornal de fazer manchete.

9 Por uma daquelas coincidências incríveis, os jornais que não contactaram o Benfica são do Porto.

10 No Jornal de Notícias, os jornalistas (digamos assim) Nuno Amaral e Vítor Santos escreveram: «O Benfica vai perder seis dos 52 pontos conquistados na edição de 2007/08 da Liga portuguesa. O castigo aplicado pela FIFA ao clube da Luz (…) é irreversível.» Não é «poderá perder» ou «está em risco de perder». O que se diz é que a decisão está tomada e é irreversível. Talvez seja bom voltarmos a ver o ponto 6."

Ricardo Araújo Pereira in "A Bola"

terça-feira, julho 15, 2008

Basta!!!

Depois de uma rapida investigação... divulgo alguns dos blufs dos corruptos....a diferença é que não vendem jornais como o GLORIOSO, porque são pequeninos, mesquinhos e corruptos....mas até com a corrupção são as dezenas que falham por aqueles ares corruptos.

SÓ UMA AMOSTRA:

Nélson-Aston Villa, Chaínho-Est.Amadora, Ivica Kralj-Partizan, Péter Lipcsei-Ferencváros, Quinzinho-Rio Ave, Carlos Manuel-V.Setúbal, Esquerdinha-Vitória, Alessandro-Santos, Rodolfo-Est.Amadora, Romeu-Marítimo, Clayton-Santa Clara, Rubens Júnior-Coritiba, Duda-Rio Ave, Cajú-Alverca, Marco Almeida-Leça, André-Salgueiros, Pena Palmeiras, Silvio Maric-Newcastle Miran Pavlin-Karlsruhe, Luís Cláudio-P. Ferreira, Pizzi-Rosario C., Rafael-P. Ferreira, Mário Silva-Nantes, Soderstrom-V. Guimarães, Esnaider-Zaragoza, Hugo Ibarra-Boca Juniors, Ivan Kaviedes-Valladol, Paulo Costa-Reggina, Quintana-Olimpia, Bruno-Marítimo Jankauskas-Benfica, Buzsáky-MTK, Serginho Baiano-P. Ferreira, Ricardo Fernandes-Sporting, Bruno Moraes-Santos, André Vilas Boas-Rio Ave, Evaldo-Atlético-PR, Pedro Oliveira-Académica, Diego-Santos, Rossato-Nacional, Areias- Beira-Mar, Hugo Leal-Paris SG, Luís Fabiano-São Paulo, Leandro-Cruzeiro, Leo Lima-Marítimo, Leandro-PSV, Paulo Ribeiro-V.Setúbal, Sokota-Benfica Alan-Marítimo, Sonkaya-Besiktas, Diogo Valente-Boavista, Ezequias-Académica, Lucas Mareque-River Plate, Wason Rentería-Internacional, Eliézio-Cruzeiro, Lino-Académica, Fernando-Vila Nova, Milan Stepanov-Trabzonspor, Kazmierczak-Boavista, Edgar-Beira-Mar Leandro Lima-São Caetano, Luís Aguiar-Liverpoll, Mario Bolatti-Belgrano.

CHEGA???!!

sábado, maio 17, 2008

A perda da credibilidade na Europa do futebol!

"Hay gente que pone tanto empeño en ganar, en proclamarse ganadores, que traspasan las reglas de una manera obscena. Una de las cosas que más sorprenden de todo esto es la reiteración en los nombres de los equipos. Son casi siempre los mismos: Juventus, Oporto..."


Santiago Segurola, Adjunto do Director da Marca

Deixo aqui o link http://www.marca.com/charlas/santiagosegurola/12052008.html , porque NÓS benfiquistas além de honestos, provamos o que dizemos!!!

Em portugal já ninguem os leva a sério na europa o caminho é o mesmo, que só poderá acabar com este clube corrupto nas distritais e fora das competições europeias....está quase!

SOU DO BENFICA E ISSO ME ENVAIDECE............teimosamente honestos!!

quinta-feira, maio 01, 2008

DIA DO TRABALHADOR

Hoje dia 1 de Maio de 2008, sendo feriado "quase" mundial e dia do trabalhador, levantei-me às 7h da manha........para ir trabalhar, achei importante dizer isto pois nunca pensei que faria tal coisa, e sabem uma coisa?não me custou nada!até foi agradável, está tudo mais calmo, mais tranquilo, a coisas correm melhor!GOSTEI!

Na conversa de almoço, um gajo pergunta-me, "Nao te custa trabalhar um feriado, ainda por cima com um ganda tempo", na qual eu respondi, "o que realmente me custava era estar a trabalhar e não puder ver um jogo do BENFICA, isso realmente era doloroso"

P.S Obviamente este dia será facturado ao final do mês, sou chulado mas não sou estúpido.

sábado, abril 12, 2008

25 ANOS DE CORRUPÇÃO NO FUTEBOL PORTUGUÊS

Um quarto de século montado no ódio e alimentando um fictícia guerra norte/sul que amesquinha ainda mais a tacanhez das gentes que embarcam nas palavras de um criminoso.
Um quarto de século feito de ameaças, intimidações e agressões a jornalistas. Um quarto de século alicerçado na violência de um grupo de criminosos assumidos que se escondem no anonimato cobarde de uma claque.
Um quarto de século feito de pressões políticas e ameaças públicas aos poucos que se recusam a legitimar práticas criminosas.
Um quarto de século a promover árbitros que se vendiam por pouco menos do que o favor sexual comprado a prostitutas reles.
Um quarto de século a meter magistrados no bolso. Um quarto de século em que a conivência das forças judiciais lhe deram a convicção da impunidade. Um quarto de século feito de bajulações, encobrimentos e cobardias feitos por aqueles que tinham como dever moral, profissional, social e civilizacional denunciar práticas criminosas.
Um quarto de século em que um reles mafioso se vem arrogando o direito de escarrar num país que se julga civilizado e democrático.
Um quarto de século em que um verme se transformou no líder de uma horda que, à força da cegueira e da total ausência de valores, há muito deixou a coluna vertebral na loja de penhores.

Este ano, quando muita gente achou justo o facto de serem campeões, aqui deixo uns dados, que afinal não foi assim tão justo e merecido:

Golos irregulares até à 24ªjornada 2007/2008:

3.ª jornada, em Leiria: Bruno Alves fez o passe para Lisandro depois de a bola ter passado a linha de fundo.

O. BENQUERENÇA

5.ª jornada, em Paços de Ferreira: contra-ataque lançado por Leandro Lima, com Lisandro a arrancar deslocado.

RUI COSTA

8.ª jornada, frente a Leixões: Lisandro prepara o remate ajeitando a bola com a mão à entrada da área.

PAULO BAPTISTA

9.ª jornada, frente a Belenenses: Hélder Postiga, lançado por Paulo Assunção, mais de dois metros fora de jogo.

PAULO COSTA

20.ª jornada, frente a Paços de Ferreira: fora-de-jogo de Farías, que faz o passe decisivo para Lisandro.

JORGE SOUSA

23.ª jornada, em Leixões: Lucho Gonzalez lança Tarik Sektioui que arranca em fora-de-jogo.

LUCÍLIO BAPTISTA

24.ª jornada, em Belém: grande penalidade inexistente de Hugo Alcântara sobre Ricardo Quaresma.

Uma percentagem anormalmente alta, de quase 20%, de golos irregulares é o sinal mais evidente desta nova ordem saída do processo ‘Apito Dourado’, que, longe de condenar o tráfico de influências generalizado há muitos anos, promete apenas reforçar o poder público dos ‘padrinhos’ deste sistema, depois de darem mais um ‘chito’ no sistema judicial e no Ministério Público, incapazes de provar a corrupção.

Sem falar das agressões:

No ultimo jogo em belem Lucilio, além de "inventar" um penalty no ùltimo minuto a favorecer os corruptos, Lucílio Baptista não se limitou a fechar os olhos à estalada de Quaresma a Rolando, na enésima infracção disciplinar passada sem julgamento de um jogador do FC Porto ao longo da temporada.


Tal como a agressão de Bruno Alves em Matosinhos e muitas outras nas jornadas anteriores, os árbitros, negligentes perante os excessos dos jogadores portistas, revelam uma insegurança inerente à falta de esclarecimento dos seus líderes perante a necessidade de demonstrarem absoluta independência relativamente a agentes acusados de corrupção, sem de algum modo porem em perigo o futuro, quando tudo acabar com a honrosa e dourada absolvição de toda a grande família do ‘sistema’!

No momento em que se vão julgar em tribunal um F.C.Porto-E.Amadora e um Beira Mar-F.C.Porto, é importante que se perceba que o problema está muito longe de se esgotar nesses dois episódios, nem eles serão certamente os mais relevantes de uma história repleta de mentira, corrupção e tráfico de influências. Pelo contrário, o que deve ser entendido das escutas – mesmo que o tribunal não o possa ou consiga fazer - é um panorama de subversão total e absoluta de uma lógica competitiva de isenção e transparência, que foi sendo a base para benefício de uns e prejuízo de outros, ao longo de muitas temporadas, e que valeu títulos, dinheiro, prestígio europeu, numa espiral que ainda hoje condiciona e subverte a hierarquia competitiva do futebol português.

Apenas uma palavrinha para o Sporting, sempre me pareceu incompreensível o posicionamento do Sporting em toda esta história.
O clube de Alvalade sempre se queixou, e muito, mas nunca percebendo, ou não querendo perceber, onde estava realmente a origem do problema.
Apenas Dias da Cunha pareceu a dado passo ter entendido tudo, mas acabou escorraçado da presidência do clube, muito fruto de um pacto que estabelecera com o Benfica a este propósito, e que foi muito mal aceite em Alvalade pelos ortodoxos da rivalidade lisboeta.
O Sporting, seus adeptos, e muitos dos seus dirigentes, na cegueira de uma fratricida rivalidade com o Benfica, sempre olharam de lado tudo o que se pudesse parecer com corrupção, mas não envolvesse o clube da Luz.

Se o Apito Dourado tem atingido o Benfica, outro galo certamente cantaria, pois ferir o Benfica era tudo o que muitos sportinguistas mais quereriam, mesmo não tendo o clube da Luz vencido mais que um campeonato nos últimos catorze anos.
Sendo com o Porto, pouco lhes parece interessar. Aliás, parece-me que cada vez mais as vitórias portistas vão sendo compartilhadas pelos leões – só pelo prazer de ver o odiado Benfica perder , bastando olhar ao que se passou e Lisboa nas comemorações deste tri.
Compreende-se de algum modo a questão emocional, mas esta postura não encerra qualquer tipo de racionalidade, acabando por ser responsável, por omissão, por muito do que tem sido o futebol português.
Exemplo disto foi a época 2004-05, em que com Pinto da Costa no banco dos réus, o Sporting e as suas vozes, ao invés de aproveitarem a ocasião para, juntamente com o Benfica, varrerem de vez toda a porcaria do futebol português, viraram agulhas para um rol de acusações ao Benfica, a Vieira e a Veiga, que acabou por beneficiar objectivamente o F.C.Porto, num momento em que este estava verdadeiramente de gatas, e em risco de tão depressa se não levantar. Resultado: o Benfica foi à mesma campeão, e o F.C.Porto reergueu-se, conquistando este tri, não sobrando nada para Alvalade.
Os sportinguistas deveriam reflectir sobre isto: Em 1982 o Sporting era claramente o segundo maior clube português, agora é claramente o terceiro…



Por enquanto o crime vai compensando, até quando??!!

sexta-feira, abril 04, 2008

Diferenças(2)



É o que dar ser um colosso europeu, querem dar um exemplo com um clube conhecido e reconhecido internacionalmente como é o GLORIOSO, mas nos jogos dos "pequenos" esse exemplo não funciona.
Enfim, sempre contra tudo e contra todos,BENFICA ETERNAMENTE GLORIOSO!

sábado, março 29, 2008

Diferenças.......

Rui Costa quer Marcelo Lippi para treinar o Benfica, o Campeão do Mundo em título e um dos 10 melhores treinadores da actualidade. Luís Filipe Vieira pretende Carlos Queiróz, despedido por incompetência de todos os (poucos) clubes onde foi técnico principal. Assim se vê o que um e outro percebem do tema. Quem manda?

segunda-feira, março 10, 2008

O meu orgulho....O SPORT LISBOA E BENFICA!

É nestas ocasioes que devemos mostrar a nossa maior força!!

Desde que nasceu, o Benfica tem sido perseguido, por todas as "desgraças" possíveis.
De tudo um pouco nos tem sucedido.
Até a morte, invejosa, quis envergar o manto sagrado e, nao teve outra ideia que levar-nos o nosso Miklos em pleno "campo de batalha".
Neste momento estamos a ser simplesmente fustigados por lesoes e castigos.
Já estou como os espanhóis: "no creo en brujas, pero qui las hay, las hay".

Espaço de convivência único, onde só o "sou benfiquista" nos transporta para um espaço de transcendência, este Clube é o resultado de vontades indómitas, lágrimas de contentamento e lágrimas de tristeza.
Teimosamente honestos, subimos a pulso, a "corda da vida".
Entranhado no mais íntimo e profundo de cada um, o Glorioso, vive e faz viver àqueles que se entregam de alma e coraçao a esta "viagem" intemporal, por isso eterna.


Camacho saiu, O que posso dizer nesta hora de tristeza, é que saiu o melhor treinador do Mundo, e vai entrar o melhor treinador do Mundo, e eu continuo fervorosamente Benfiquista.

Camacho saiu, mas saiu de cabeça erguida, pese ter sido o alvo da imprensa, praticamente desde o dia que regressou.


Un saludo a camacho, que durante este tempo lutou contra uma impresa sempre a deitar abaixo jogadores, contra uma Liga que sempre castigou e puniu o Glorioso por tudo e por nada, sobretudo por re-incidências, contra equipas que dão tudo contra o Benfica e que lhes dá a apatia subita contra outros, contra uma contra-informação básica e podre dos mass-média, contra uma malapata invulgar de lesões e que atinge o plantel encarnado, contra uma situação pessoal (doença do seu pai) que terminou a semana passada da pior forma, contra uma pré época feita com métodos diferentes dos seus, contra um conjunto de sócios/adeptos parvos como à merda, que iam ao estádio assobiar por tudo ou por nada, ou não basta dizer que perdemos em o campeonato em casa, 6 empates e um derrota, muito por culpa de adeptos que só sabem assobiar a equipa, que querem mostar os lenços brancos....se é para isso fiquem em casa!como fazem nos jogos fora em que o GLORIOSO é a equipa com mais pontos ganhos no campeonato, estranho não é??!...eu não acho, sei e sinto que temos o melhor plantel português, mas a nossa grandiosidade prejudica-nos em casa, com a pressão que metem em cima dos jogadores.
Fala-se muito mal das claques de futebol, podem ter muitos defeitos, porque têm, mas ao menos são dos poucos que estão constatemente a apoiar o clube, são essas mesmas claques que levantam estádios, e são essas claques que vão a todo o lado atrás dos clubes, e esse é um dos motivos porque somos o clube com mais pontos fora, porque as pessoas que vão atras do GLORIOSO, apenas e só estão lá para apoiar o que não acontece muitas vezes no estádio da Luz.......


Acerca do jogo de ontem: Parabéns aos jogadores da União de Leiria. Se encarassem todos os jogos assim com tamanho profissionalismo talvez não estivessem já na liga de honra e talvez o vosso presidente corrupto vos pagasse.

Camacho saiu porque sabe que o lugar do benfica não é o segundo, mas sempre o primeiro, o mesmo não se pode dizer de outros clubes que mesmo em 6to lugar e a 20 pontos do primeiro, continuam na maior das traquilidades, afinal isto para eles é normal......

Aqui fica um excerto retirado do livro “One Night At The Palace – A referee´s story”, do ex-árbitro Alan Wilkie: “Nos jogos europeus éramos realmente bem tratados. (Em 1988, antes do FC Porto – PSV Eindhoven), Fomos recebidos no aeroporto do Porto por um ex-árbitro FIFA (António Garrido), que nos acompanharia ao longo de três dias. Passámos pelo hotel e fomos para o centro do Porto para comer e tomar uma bebida em dois estabelecimentos que pertenciam ao clube (a Taberna do Infante). Os nossos cicerones insistiam em colocar outro tipo de “hospitalidade” no menu, mas nós declinámos de forma cortês”. Não seria fruta?

Isto sim é vergonhoso, existir um clube em portugal corrupto internamente e internacionalmente, eu continuo a acreditar que um dia esta corrupção azul vai vir ao de cima, e dar lugar há extinção deste clube....

SOU DO BENFICA E ISSO ME ENVAIDECE..........

quarta-feira, fevereiro 27, 2008

Tão pequeninos.....A Ridicularidade que é a Colectividade de nome Sporting!

Na apresentação no novo cartão de sócio do zbording, Soares Franco: «Mostrar que somos mais fiéis que os benfiquistas» e «Queremos chegar aos 150 mil sócios»

-Primeiro enchem as páginas do Record a gozar, a dizer que somos megalómanos, que nunca iremos alcançar tal objectivo, que a só a ideia é patética, etc, etc. Depois - como sempre o fizeram desde a sua mísera existência - copiam-nos descaradamente mas com um projecto muito - mas mesmo muito, muito, muito - mais sério que nada tem a ver com o nosso. É isso a essência lagarta e que tanto irrita. É a essência de serem aquelas cópias baratas que se compram em qualquer feira da ladra e que ao fim de dois ou três dias já estão estragadas. Enfim, é o Sporting. Palavras para quê? apenas dizer que o sporting tem apenas e só 50 000 de sócios pagantes, UM QUARTO do GLORIOSO...sim nos ja somos 200 000 pagantes!!

E claro o O sr. Presidente-substituto-que-era-apenas-para-assegurar-a-gestão-e-não-se-candidataria invocou o antibenfiquismo. ‘Vamos lá apelar ao mais primitivo e seminal (e, logo, infalível) dos sentimentos e unir as hostes contra um (o) inimigo comum. Costuma funcionar, e sempre desvia as atenções do que se devia verdadeiramente discutir’.
É baixo e mesquinho!


No fundo, em amestrar e instrumentalizar o antibenfiquismo das hostes sportinguistas. Em aperto, e em épocas de menor apoio popular, o recurso mais utilizado – e normalmente infalível – é acicatar esse gigantesco mecanismo ideológico que pauta a vida de tantos sportinguistas – o antibenfiquismo. Por outras palavras: quando tudo parece falhar, a estratégia a seguir é atacar o Benfica para ganhar o apoio das massas sportinguistas.

O Sporting é um clube absolutamente descontrolado, delapidado por gestores que se venderam em praça pública como defensores da ‘gestão racional, rigor e honestidade’, mas que na verdade, por força de uma visão distorcida, deixaram o clube completamente refém de um projecto desajustado da realidade.
O colapso do Sporting dá-se, essencialmente, por uma falta de humildade absolutamente atroz por parte dos responsáveis, na medida em que não quiseram reconhecer a reduzida dimensão do clube e da sua base de apoio, tendo arquitectado um projecto sem efectiva sustentação na realidade.

O Sporting não tem um potencial de exploração de receitas, não tem um potencial que seja sequer um terço do potencial do Benfica. Custar-lhes-á admitir isto, mas é a mais pura verdade, e o seu reconhecimento pouparia uma série de equívocos e situações desagradáveis.

Não tenho nada a ver com vida do Sporting e gostaria muito de não ter sequer de o referir. Mas não posso – é-me organicamente impossível – estar calado quando uma pessoa com responsabilidades que lhe deviam pesar no discurso, mente descaradamente (por desespero) e ataca o meu BENFICA, de forma caluniosa, baixa, desonesta e profunda e revoltantemente falsa. Já aqui o disse, e volto a dizer: o que me move, SEMPRE, é a profunda devoção ao meu Benfica...E NÃO ADMITO QUE NINGUEM PONHA EM CAUSA O MEU BENFIQUISMO E DE MUITOS MILHÕES POR ESSE MUNDO FORA....NÓS SOMOS ÚNICOS, NÓS SOMOS O SPORT LISBOA E BENFICA!

Já sabemos que a grandeza do Glorioso leva a que este seja um elemento omnipresente em quase todas as facetas da vida nacional e internacional, e a que pessoas de questionável estrutura moral o aproveitem para desviar as atenções de situações que pretendem branquear.


SOU DO BENFICA E ISSO ME ENAVAIDECE.......

terça-feira, fevereiro 19, 2008

O passeio da fruta.........já dura a 25 ANOS!



Depois de uns dias sem escrever, volto gostosamente a este espaço.
Nao é porque o GLORIOSO ganhou.
Mas também.


Os ataques ao Glorioso continuam, cada vez mais virulentos e descarados.
Já nem disfarçam.
E cada "coisa" que se passe no Glorioso, é motivo de depreciaçao.


É que a Comunicaçao Social, ou disfarça muito mal, ou imita muito bem.

Binya, é um diamante de muitos karates.
Aos 23 anos foi finalista vencido da CAN 2008.
E a selecçao é "só" a dos Camaroes.
Teve "aquela entrada" contra o Celtic. Muito feia sem dúvida, e está a pagar por isso.
A UEFA, ultrapassou os seus próprios parâmetros, possivelmente os três senhores que mantiveram o castigo, comeram fruta para dormir na noite anterior.


A que ponto se chegou: um mérdia titula - "mais uma maozada de Binya".
Isto é vergonhoso.
Pergunto: onde está a Alta Autoridade para a Comunicaçao Social?
Luís Guilherme, disse mais ou menos isto: com o regresso de Binya, os adversários têm razao para recear.
Sem contar com Helton, que quando estava na U.Leiria, contra o clube da fruta, dava perús de meia-noite, qual o jogador do Fóculporto que já nao agrediu adversários este Campeonato?
Nem um sumaríssimo.


Por isso, espero que os "tais" Benfiquistas (serao?) que vao assobiar os jogadores à Catedral, meditem bem neste dado: o Glorioso está a perder o Campeonato muito por culpa da desastrada actuaçao em "Casa". Lembrem.se que em jogos foras, temos os mesmos pontos que os CORRUPTOS.
Satisfeitos?
Os "mérdia", ao dividirem a Naçao Benfiquista, atingiram um dos pontos a que propuseram (há outros): entregar o campeonato ao Porco.

Nao deixemos que façam o mesmo à pérola Binya, que como já se viu, é o alvo preferencial. Apoiemo-lo, unamo-nos em torno do Benfica.
Binya já deu a resposta, com uma bofetada sem mao - o melhor em campo na Figª da Foz, evoluiu, menos faltoso, porque ao evoluir tecnicamente nao precisa de fazer faltas, impetuoso como de sempre.
Mas nunca foi maldoso, ao contrário dos Burro Alves, Coiresmas, Lisandros, que em todos os campos espalham agressoes!!!!!
O Benfica, a Selecçao dos Camaroes, e o Futebol agradecem. Menos os "mérdia" portugueses e a ...UEFA.

Em relação aos lançamentos do Binya, convém esclarecer – porque é sempre bom conhecer as regras do desporto que se segue e comenta – que só há alguma irregularidade se o jogador levantar o(s) pé(s) antes de lançar a bola. Lembram-se de Fucile no clássico do Dragão na temporada passada? É perfeitamente legal levantar o pé, se a bola já tiver partido dos braços. Só para esclarecer quem anda mal informado... e disparata discursos.

quinta-feira, fevereiro 07, 2008

Os Mérdia..........e os Assobios!

Nos ultimos dias sairam noticias falsas,mesquinhas e desonestas apenas e só para destablizar o plantel do BENFICA. Isto depois de terem fechado o mercado de tranferência!

Nuno Gomes que é só um dos capitaes, veio desmentir uma notícia que o dava como insatisfeito na Luz, e que nunca pedira para sair. Fora os milhoes (39?) que davam por 3 jogadores nossos(Nuno Gomes(6M),Cardozo(25M),Nelson(8M)) e que a SAD nao deixou sair, e que Camacho é apontado como futuro selecionador espanhol!

Deixou-se que os mérdia invadissem um espaço só nosso e, pior, que a seu belo prazer, insinuem barbaridades, criem desconfianças entre Jogadores Equipa Técnica e Direcçao.

Só temos, nao aquilo que fizémos, mas o que deixámos fazer, que é a mesma coisa.
Inclusivé, já se assentou a ideia que nao temos jogadores com classe.
Posso perguntar uma coisa?
Quantos jogadores nossos NAO sao ou NAO foram internacionais, pelos seus paises, nas diversas categorias?
Engraçado que, quando há uma jornada de Selecçoes, vai quase uma equipa inteira. Ou nao?
Vao ver que a perseguiçao ao Binya vai continuar. É que ele é um diamante por lapidar. Se ele nao aguentar e sair, vai passar logo a ser um jogador de categoria...que é.

São eles que escrevem, são eles que inflaccionam, são eles que minam, são eles que constroem e destroem dantes com uma caneta, agora com um teclado. Disso não tenham a menor dúvida. E vão continuar, enquanto o Benfica não lhes cortar o subsidio de alimentação.

Temos um jornal mesmo nosso e, isso basta! "O Glorioso", a nossa revista "A Mística" e é apenas isso que devemos ler e acreditar!

É preciso pesquisar um pouco na Internet, e pelos jornais desportivos desse mundo fora que por exemplo: DI MARIA comprou 39 camisolas do BENFICA, para no Natal as distribuir por familiares e amigos!ISTO SIM É NOTICIA, em Portugal não apareceu em lado nenhum, apenas tive conhecimento num jornal argentino, porque cá preferem mentir, falsear e prejudicar para ganhar dinheiro!

É que atingimos uma dimensao tal, que uma "opiniao" sobre o Benfica, necessariamente tem uma repercursao desmedida.
E se essa "opiniao" alinhar na campanha dos mérdia vendidos ao Porco, entao é sopa no mel.
Um jogador do Nacional, que luta para nao descer, vem a dizer que jogaram na Catedral para ganhar. E nós, somos todos culpados deste despautério. Continuem a assobiar. Os adversários gradecem.

Benfiquista é Benfiquista, precisamente quando o Clube nao faz bons resultados.
Amar é feito de sofrimento, é como ser amigo...nos momentos difíceis é que vemos quem nos quer bem.

E deixo aqui uma pequena amostra de uma lista da imprensa portuguesa SUJA e sem escrúpulos que adora fazer noticia à custa do MELHOR CLUBE PORTUGUÊS:O SPORT LISBOA E BENFICA!!

O Jogo = F.C.Porto
Record = Sporting
SIC = Sporting
RTP = F.C.Porto
Sporttv, DN, JN, TSF = Oliveirinhas = F.C.Porto
Publico = Belmiro = F.C.Porto
Expresso = Sporting
Sol = F.C.Porto
Renascença = F.C.Porto
Antena 1 = Sporting
TVI = Coroado = Sporting
Até em "A Bola" aparecem individuos como o José Carlos Freitas (fanático do SPorting) capaz de fazer uma crítica de arbitragem com uma parcialidade "digna de compêndio"

Comentadores
e jornalistas pseudo-independentes:
Joaquim Rita = F.C.Porto
Rui Santos = Sporting
Fernando Guerra = Sporting
Rui Orlando = F.C.Porto
Manuel Fernandes Silva = F.C.Porto
Rui Loura = F.C.Porto
Rui Cerqueira = F.C.Porto
Fernando Correia = Sporting
Pedro Gomes = Sporting
José Nunes = Sporting
Gabriel Alves = Sporting
Luís Freitas Lobo = F.C.Porto
Paulo Catarro = F.C.Porto
Valdemar Duarte = Sporting
Carlos Pereira Santos = F.C.Porto
José Carlos Freitas = Sporting
Antonino Ribeiro = Sporting
Paulo Garcia = Sporting


SOU DO BENFICA E ISSO ME ENVAIDECE..........

terça-feira, janeiro 29, 2008

V.Guimarães 1- BENFICA 3, UMA VERGONHA...valeu a nossa RAÇA E ATITUDE





Infelizmente e custou-me muito não vi o jogo em directo, mas vi a gravação e muitos resumos e apesar da grande vitória, fiquei irritado pelo o que vi, não pela equipa que fez o que pode e saiu com a grande vitória mas sim pela actuação de João Ferreira roçou a vergonha nacional. O inexistente fora-de-jogo a Cardozo ainda deixo passar, mas deixo dois exemplos claros que demonstram a má fé do árbitro de Setúbal. O primeiro tem a ver com o amarelo a Petit, algo discutível porque a mão na bola acontece quando o braço já está no ar há algum tempo. O que é vergonhoso é que houve 3 mãos na bola de jogadores do Vitória, assinaladas, e mais ninguém viu cartão por isso. Amarelar Petit aos 18 minutos deixa muitas possibilidades em aberto, de facto.

A outra situação diz respeito ao nojento cartão amarelo mostrado a Rui Costa, por uma alegada simulação que não existe. Aliás, o Maestro ficou estendido no chão porque houve uma falta grave que o impediu de se isolar para a baliza. Não digo que seria cartão vermelho para o jogador do Vitória, porque havia outro defesa por perto, mas o amarelo tinha de sair... e não era para o Rui!...como podem ver no filme em cima.

Num ambiente terrível, o Benfica mostrou-se bastante diferente dos últimos tempos e, com uma exibição bastante personalizada e eficaz, garantiu 3 preciosos pontos. Tendo em conta o mau momento da equipa, a vitória no terreno do Vitória de Guimarães acaba por ser muito importante, porque garante e solidifica o 2º lugar e mostra a muito ser vivo que nestes momentos o BENFICA É O BENFICA, como mostramos na Ucrania.

É mais facil jogar contra equipa que eventualmente pensam que podem ganhar, porque aí as diferenças são grandes do que com equipas que metem 11 jogadores em frente da baliza.Para mim jogava todas as semans com tripeiros,lagartos,braga,guimares....aí sim ganhavamos de certeza!

Como ja disse não vi o jogo em directo logo não vou mencionar melhores ou piores, porque pelo o que vi gostei do Benfica como equipa. Vou apenas agradecer ao Cardozo os dois golos, e a infinita paciência que tem, porque passar jogos como ele passa, isolado na frente e a sofrer todo o tipo de faltas dos defesas sem serem assinaladas seria o suficiente para qualquer pessoa normal perder a cabeça. Treze golos já lá estão, e continuo, como desde o início da época, a achar que muitos mais se seguirão.

Em relação ao jogo da santa aliança, não vou tecer qualquer comentário, apesar de me ter agradado a derrota dos corruptos, mas a lagartagem teve muita sorte.



Apenas quero comentar as palavras do cigano quando foi substituido como podem ver no video em cima.

Apenas quero dizer as "tricas" entre Katsouranis e Luisão, tiveram duas semanas de destaque ininterrupto na Imprensa Desportiva Nacional. Porque é que um insulto gravíssimo, de um jogador ao seu treinador, continua a passar despercebido?
Como disse Ricardo Araújo Pereira "COMO é diferente o amor em Portugal, suspira um dos cardeais de Júlio Dantas. O senhor cardeal, claramente, não conhecia o amor cigano, que é de todos o mais sui generis. Dois ou três dias depois de ter dito que estava farto de ser assobiado, Ricardo Quaresma renovou o contrato com o Porto e disse que amava o clube. «Estou farto de ti. Amo-te.» Mais ou menos isto, mas dito no decorrer de uma semana. Não me venham com poemas. Isto sim, é um amor diferente"



SOU DO BENFICA E ISSO ME ENVAIDECE.......

segunda-feira, janeiro 21, 2008

Umas verdades......

1- E se de repente o Grande Nuno Gomes dissesse no fim de um jogo que estava farto de assobios?



E se por acaso ele insinuasse que os adeptos do Benfica deveriam andar a ter muitos sonhos com ele?



E se ele sugerisse que ele é que sabe o que tem de fazer e quando quer sair do clube?



E se ele afirmasse que sai no final da época?



Pois......óbviamente eram páginas e páginas de jornais pintadas a vermelho.....eram aberturas de jornais nacionais em horário nobre....com as afirmações até entupir o mais incrédulo dos visados.



O que vale é que o Nuno não é cigano...e tem nível. E no nosso Clube é que se zangam as comadres.....e nos outros está tudo sempre bem....


2- As "lavagens da imprensa" o futebol clube do putedo faz bons negócios(devem tar a falar do carlos alberto, luis fabiano, Diego..etc...Só nestes perderam mais de 20 milhoes) e compra excelentes jogadores a baixo custo(devem com certeza tar a falar de bolattis,mareques,joao paulos,marianos,stepanoves....isto só para falar desta epoca) e que rendem .



Isto tudo para falarem do caso do lixoandro, ao contrário do Benfica, que esbanja, como é o caso do Senhor 9 milhões Cardozo, ficamos com a ideia que é verdade.



Ora bem, para os menos atentos o futebol clube do putedo comprou os 50% do passe do lixoandro que faltavam comprar, para ficar com a totalidade do passe do careca.



Ora, esses 50% custaram.....4,429 milhões de euros.........50%......É o melhor marcador da Liga?



Está certo, é mesmo. Leva 13 "goles".



E está cá desde 2005/2006 época em que marcou 7 golos em 26 jogos.



Depois em 2006/2007 marcou 8 golos em 25 jogos.



Ora o Xôr 9 milhões até janeiro JÁ tem "11 goles"....isto em metade da PRIMEIRA época.....já MARCOU mais 4 do que " O Señor 4,429+4,429 milliones".....na sua primeira época e o que diz a imprensa disto?



3-




Que inveja dos polacos... e dos italianos, e dos belgas, e dos franceses. Pelo menos eles têm uma competição em que podem acreditar, onde existe verdade desportiva e onde quem quer decidir fora de campo é punido.



P.S - Entranto soube.se hoje que o Sertanense, unico clube da III Divisão que continua na taça de Portugal, o seu presidente afirmou acerca da proxima eliminatoria "ideal seria encontrar o Benfica, não só pelas receitas de bilheteira mas pelo prestígio da equipa da Luz "......Pois não precisamos de ser os Bicampeoes de estarmos à frente do campeonato, e continuar na Liga de Campeões, para o BENFICA ser o MELHOR E MAIOR clube português, onde todos têm o desejo de nos defrontar........

SOU DO BENFICA E ISSO ME ENVAIDECE........

quinta-feira, janeiro 17, 2008

UMA VERGONHA!!!!!!!!!

Desta vez não tem a ver com os corruptos lá de cima, mas com os corruptos do atlântico.

Saiu esta semana a seguinte notícia " O Instituto do Desporto da Madeira atribuiu 4,9milhões de euros ao Marítimo e ao Nacional, no ano de 2006, pelas suas participações na Liga principal de futebol profissional, revela um relatório do Tribunal de Contas".

Apenas tenho que comentar isto como UMA VERGONHA NACIONAL, é o dinheiro dos contribuintes que está em jogo, para 2 equipas gastarem este dinheiro em jogadores brasileiros, basta olhar para o recheio das duas equipas.

Ainda mais por um bobo da corte o xõr Alberto João estar constatemente a pedir dinheiro ao continente, e entrega de mão beijada 5 milhoes de euros apenas para dois clubes, e chamam isto desenvolver o desporto nacional??!!

Nenhuma outra camara dá tanto dinheiro aos clubes locais, e só assim se explica as compras madeirenses, como por exemplo quando o Nacional da Madeira subiu de divisão, comprou o Adriano por 400.000Euros, pergunto eu, clubes como a Naval,Rio Ave,Paços de Ferreira,Estoril,Estrela da Amadora etc....teriam alguma vez possibilidade de fazer este negocios?!CLARO QUE NÃO!!Porque apenas contam com o seu dinheiro, patrocionios, e talvez um pouco das suas camaras, mas nada de mais, e pergunto eu, será isto uma competetividade justa no desporto nacional?!...penso que não.....

Grandes relíquias (1)








SOU DO BENFICA E ISSO ME ENVAIDECE......

terça-feira, janeiro 15, 2008

BENFICA 0 - Leixões 0, DOIS ROUBOS SEM CHAMA!!!!


Não vou divagar muito sobre este jogo, que assisti ao vivo, e poucas imagens vi depois na TV.Jogámos mal e fomos roubados, acho que isto define o jogo em poucas palavras.

É certo que as coisas poderiam ter sido diferentes. Muito diferentes até, não fosse a arbitragem encomendada do nosso velho conhecido Paulo Costa durante a primeira parte, que teve como ponto alto o roubo (e a utilização do termo 'roubo' em vez de 'anulação' aqui é mesmo intencional; uma coisa é um erro, outra coisa é premeditação, e aquilo não foi erro nenhum) de um golo limpo ao Benfica,e AINDA TEVA A LATA de marcar uma grande penalidade, mas recuou e marcou livre, como se o fiscal de linha a 40 metros tivesse visto melhor do que ele a 6. Paulo Costa, roubou despudoradamente o Benfica e, ao seu jeito, impediu que, com muito esforço, o Leixões saísse derrotado.
Não nego que o Benfica fez uma exibição verdadeiramente ridícula, ao nível do que de pior se viu em muitos anos, mas a arbitragem deste “senhor” foi qualquer coisa de inacreditável.

Mas estes roubos não justificam a paupérrima segunda parte a que assistimos. Se eu me pusesse a falar sobre o jogo, teria que tentar analisar porque razão a equipa não apresentou qualquer táctica no segundo tempo, parecendo completamente ao abandono. Porque é que certos jogadores parecem ter desaprendido a jogar. Porque é que outros parecem ter lugar cativo, sendo que provavelmente o nosso jogador mais inútil ontem à noite foi recompensado com os noventa minutos de jogo, enquanto que um dos que estavam a ser dos melhorzitos foi logo o primeiro a ser substituído. Teria que discutir e contestar cada uma das opções do nosso treinador na altura de fazer substituições, que em nada contribuíram para melhorar as coisas, antes pelo contrário.

Li no jornal um comentario de um jornalista que diz e com muita razão:

"Se o líder FC Porto, que já ganhou, pelo menos, três jogos por 1-0, tem apanhado um fiscal de linha de Lisboa que lhe fizesse o que um ignorado fiscal de linha, sócio do FC Porto, fez no sábado ao Benfica, com a bênção carinhosa do sr. Paulo Costa (um golo legal anulado e um penálti negado entre um curioso sim/não da equipa de arbitragem), o fabuloso líder da Bwin Liga tinha menos seis pontos, e os de Lisboa, mais dois cada – estava um a três pontos, outro a seis e isto sem falar do imoral número de golos irregulares já apontados por Lisandro López, que, segundo as últimas contas, ia em 4"

Rui Cartaxana


P.S Ah....Ó Nuno, vê se da próxima vez que um avençado da sbostatv te perguntar se ainda pensamos ser possivel o título (que é o que perguntam todas as semanas), dizes que não! Pode ser que assim os árbitros nos deixem em paz! Dasse!

SOU DO BENFICA E ISSO ME ENVAIDECE........

sexta-feira, janeiro 04, 2008

PARA 2008...........SÓ PEÇO...... CAMPEÕES!!!!!!!!!!!!!!



SOU DO BENFICA E ISSO ME ENVAIDECE..........

quinta-feira, dezembro 20, 2007

Taça INTERCONTINEN-TRETA

FINALMENTE!!!!

Grande decisão da FIFA, aquilo que defendia há muito foi confirmado oficialmente pela FIFA: " A taça Intercontinental não será reconhecida pela FIFA "

Ou seja aqueles que se diziam campeoes do mundo apenas quando existia um jogo entre dois clubes de dois continentes, é completamente falso e desonesto!

A Taça Intercontinental, que era disputada no país oriental, mas do qual participavam APENAS E SÓ os campeões da Europa e da América do Sul.

A FIFA e bem, veio corrigir esse erro apenas considerando CAMPEÕES DO MUNDO, a partir do ano 2005, ano esse que finalmente surgiu o Mundial de clubes, esse sim disputado por equipas de todos os continentes.


Até o momento, considerando apenas o formato reconhecido pela Fifa, os equipa brasileiras dominam as estatísticas do Mundial de Clubes, os títulos conquistados pelo São Paulo sobre o Liverpool (1 x 0) em 2005, pelo Internacional de Porto Alegre sobre o Barcelona (1 x 0) em 2006, e em 2007 conquistado pelo A.C.Milan sobre o Boca juniores (4-2).

Resta saber se o desprestígio de embates como Once Caldas – Clube Regional não terá também contribuído para destruir ainda mais a (fraca) imagem que a Taça Toyota sempre teve...

Pois é. Nós, raça Gloriosa, também temos orgulho na Taça Latina - essa já não conta, e lembre-se que só jogavam nela Grandes Clubes - agora as vossas ridículas Intertretas também não contam para nada, CORRUPTOS!!!!


SOU DO BENFICA E ISSO ME ENVAIDECE..............

terça-feira, dezembro 18, 2007

25 anos de vergonha e corrupção.....NÃO NOS PODEMOS CALAR!!!




Existem rivalidades, mas esta não é uma delas, um clube criado e baseado na corrupção não é rival, é um clube que não se deve dar a mínima credibilidade!

Os unicos títulos que reconheço deste clube do putedo são 5 campeonatos, e umas taças de Portugal, pois era aquilo que tinham quando a Mafia chegou ao clube!o trio fantastico com os nomes de Adriano Pinto, SousA pinto e Pinto da costa criaram um polvo e um sistema.

Tenho pena que faltem alguns casos neste video como o do guarda abel, é uma pequena amostra da corrupção instalada pelo clube do putedo.

E dizem eles tão e os títulos europeus??!!pois é meus amigos, temos o caso do marselha que tambem instalou a mesma corrupçao, ganhou títulos internos e consequentemente dinheiro para bons jogadores e o marselha tamb emganhou 1 titulo europeu contra o todo poderoso milan dos van bastens e companhia... mas ganhar a roubar nao é permitido e tiraram-lhes o titulo e foram parar á 2 divisao...acredito na verdade desportiva e acredito nesse dia, mas enquanto não chegar o dia da revolução em Portugal, não nos podemos calar e aceita a máfia instalada no futebol português!!!

SOU DO BENFICA E ISSO ME ENVAIDECE.............

terça-feira, dezembro 04, 2007

BENFICA 0 - F.c.Putedo 1.........foi o Benfica quem não ganhou o jogo, e não o Porto quem o ganhou..


Infelizmente e passado muitos anos não fui à LUZ ver um BENFICA-Porto, alias não me lembro da ultima vez que não fui, o que admito me custou um bocado.
Isto porque fui para o algarve para um encontro Nacional de estudantes de medicina, e num encontro Nacional, vêm pessoas de todos os pontos do país, logo sabia que existiria muita gente do clube regional por aquelas bandas, sabendo isso vesti o manto sagrado e saí à rua, as horas foram passando, até que faltavam apenas 10 minutos para o inicio do encontro.
Em plena praia da rocha (portimão), os bares iam-se dividindo, uns dominava o vermelho e branco, outros tresandavam a merda azul. Até que me enchi de coragem e vestido com a camisola do GLORIOSO, entrei num bar que estava cheio de pessoal do clube regional, é muito façil juntarmo-nos aos "nossos" e comemorar com eles, por isso quis mostrar o orgulho que é ser do glorioso e eventualemente abafá-los no fim do jogo, nada me dá mais prazer que estar em terrenos rivais.Obviamente tive que levar com canticos do cigano, do mafioso e até do marroquino que eles têm por lá.Mas não foi por isso que não gritava e exaltava-me quando o GLORIOSO atacava e quase marcava, o enorme prazer que me dá ver a raiva e odio que eles têm pelo GLORIOSO, e exibir um sorriso cínico quando alguns deles me olhavam de alto a baixo, mas ter a camisola do GLORIOSO é como ter um colete à prova de máfia e corruptos.

Em relação ao jogo perdemos 0-1 com uma equipa que, se Portugal fosse um país onde o crime não compensasse, deveria estar neste momento a fazer o seu périplo na III Divisão.
Por tudo o que aconteceu no jogo talvez o resultado mais justo fosse o empate, mas o resultado reflecte muito o que se passou na 4ª feira passada. O clube regional foi fazer turismo a Liverpool(ao sair de lá GOLEADO), enquanto nós dominámos o campeão europeu durante grande parte do jogo. Só que as pernas não dão para tudo e isso notou-se muito claramente. Não conseguimos ser a equipa pressionante, que luta até ao último minuto e consegue resultados, que vínhamos tendo.

Os primeiros 15 minutos conseguimos empurra o clube regional, mas a partir daí e até ao intervalo foram eles a tomar conta do jogo. A muito habilidosa arbitragem do Sr. Jorge Sousa(que por acaso e só por acaso admite ser sócio efectivo do FC Porto e arguido do Apito Dourado,VERGONHA) nesses minutos iniciais, ao inventar uma série de faltas inexistentes a favor do clube regional, cortando muitas vezes a pressão que fazíamos, também teve a sua quota-parte de influência na mudança das coisas.

No entanto, factualmente, o que decidiu o jogo, foi o golo de um jogador que, a bem da Verdade Desportiva nem deveria ter jogado, pois com 4 amarelos no campeonato, e uma cotovelada no jogo passado, deram-lhe o bilhete para estar no MELHOR ESTADIO DO MUNDO!

Na segunda parte apenas melhorou um pouco o querer da equipa, conseguindo remeter o adversário mais tempo para o seu meio-campo, mas a qualidade deixou muito a desejar. Houve duas boas oportunidades (Nuno Gomes no primeiro minuto, e Adu mal entrou) que foram bem resolvidas pelo guarda-redes adversário.

Não, não acho que o Porto tenha feito uma exibição de encher o olho, ou sequer dominado o encontro. Tiveram mais oportunidades de golo do que nós??!!NAO, Bastava que uma das nossas 5 claras oportunidades tivesse entrado (como entrou uma do Porto) e se calhar a história hoje seria completamente diferente. Eu alinho pela velha máxima de que o Benfica nunca perde, o que se passa é que às vezes o Benfica não ganha e fiquei com a sensação de que foi o Benfica quem não ganhou o jogo, e não o Porto quem o ganhou.

Mas o mais importante é que em jogo decisivos não se podem falhar golos como os 3 que falhou o Nuno Gomes, e em alturas que poderiam decidir o jogo.

Em relaçao a arbitragem, já referi as faltinhas que o sr.jorge sousa foi inventando, mas quero sublinhar os 3 penaltys que ficaram por marcar.O primeiro de David Luiz sobre Lisando, o segundo no inicio da segunda parte, nuno gomes ao isolar-se e o Burro alves a puxar com toda a força a camisola do GLORIOSO, O nuno ainda consegue xutar para uma boa defesa de Heltons, mas relembro que na grande area não existe lei da vantagem, logo era penalty CLARO e explusão do Burro Alves, isto no inicio da 2da parte, mudaria certamente o destino do jogo. E já no fim, um penalty sobre Di Maria, que lhe valeu um amarelo, escandaloso!!


Raramente, são os Clássicos/Derbys a resolver o campeonato.Benfica é muito melhor do que aquilo que vi no Sábado, é melhor do que o Porto, e que tem valor mais do que suficiente no seu plantel para vencer qualquer Porto que nos apareça à frente. E por isso não consigo alinhar na chuva de críticas descabidas que aparecem da noite para o dia logo a seguir a uma derrota.
Que o Benfica fez uma exibição não tão conseguida toda a gente viu, mas nunca um clube baseado na corrupção terá o meu reconhecimento. Apontar as falhas do Benfica é a nossa obrigação como benfiquistas. Agora, para elogiar e felicitar bandidos não contem comigo.

Por mim, estou à espera que a má noite de Sábado seja rapidamente esquecida, e que consigamos trazer da Ucrânia a continuidade na UEFA. Mas se por acaso o Benfica se lembrar de não ganhar outra vez, no próximo fim-de-semana lá estarei mais uma vez na Luz. E sem lenço branco.

BENFICA 1 - Milão 1, UM BENFICA DE CLASSE E EUROPEU.....


Camacho optou pela equipa mais óbvia, o seu 4-2-3-1, sendo Nuno Gomes o único avançado de raiz. Cristián Rodríguez, Maxi Pereira e Petit regressaram ao 11, e formaram aquela que me parece ser, no momento, a melhor equipa possível do Benfica 2007/08. Luís Filipe à parte, evidentemente. A mecanização deste 11 parece-me bastante positiva, sendo que a reacção ao golo adversário foi quase imediata. E o que dizer da obra-prima de Maxi Pereira? O uruguaio até já tinha tentado algo do género anteriormente, mas saiu muito mal, e com aquele remate genial consegue obter um dos melhores golos da jornada europeia e, consequentemente, um dos melhores já marcados esta época, no palco da Luz. O golo uruguaio, esplendoroso, galvanizou o Benfica e atirou a equipa para uma restante primeira parte de grande qualidade. Acredito que o Milan também tenha optado por uma posição de maior prudência, mas isso não invalida a excelente exibição da equipa da casa.

Enquanto o Camacho ia fazendo o que podia para tentar chegar à vitória, recorrendo a todos os elementos mais ofensivos que tinha no banco, do outro lado o Milan dava sinais mais evidentes de querer resguardar o empate, recorrendo o Ancelotti até a um segundo lateral direito em campo (Oddo) para conseguir travar as sucessivas investidas do Benfica por aquela faixa. Não é para todos que fazem encostar o campeão europeu e obriga-lo a jogar para defender o empate.

O justíssimo aplauso com que o público da Luz se despediu da sua equipa no final do jogo foi um reconhecimento desse mesmo esforço, e um recompensa pela exibição muito positiva com que nos brindaram.
Tenho que destacar o jogo que o Maxi Pereira fez. Foi sem dúvida a sua melhor exibição desde que chegou ao Benfica, coroada com um golo incrível. Criou sempre perigo pelo seu lado, e esteve inexcedível no apoio defensivo. Muito boas exibições também do David Luíz (foram várias as vezes em que teve que ser ele a sair do centro da defesa para ir ao encontro do Kaká e travá-lo), do Petit na segunda parte, e do Rui Costa, por cujos pés mais uma vez passou grande parte da organização do nosso jogo ofensivo.

O nosso Benfica atravessa um bom momento. A tristeza que sinto neste momento deve-se apenas à sensação de injustiça do resultado final. Conseguir dominar e empurrar para a sua baliza o actual campeão europeu durante largos períodos de jogo, conforme o fez o Benfica esta noite, e chegarmos ao fim do jogo com a nítida sensação que só a vitória seria uma recompensa justa para a produção apresentada em campo não é um feito insignificante, e merece o nosso reconhecimento e aplauso. Acho que só posso mesmo ter esperança no futuro desta equipa, que me parece ainda ter muito espaço para crescer. A Champions acabou esta época, mas vamos ver se ainda conseguimos o apuramento para a UEFA na última jornada.

Isto de ganhar em Anfield Road é só para grandes equipas. As pequenas geralmente saem de lá derrotadas e por vezes por 4-1...porque isto de ganhar na terra dos beatles não é para todos!


SOU DO BENFICA E ISSO ME ENVAIDECE........

terça-feira, novembro 27, 2007

Académica 1 - BENFICA 3, Frieza!


A justiça do jogo não me parece discutível, apesar de aparecer de forma tardia e na sequência de erros individuais do adversário. O Benfica entrou muito bem no jogo, de forma mandona, e criou várias oportunidades para fazer golo.


Não gostei de Nuno Assis a titular(mas respeito) e muito menos de uma rapaz com nome de Luis filipe que não sabe mesmo o que anda ali a fazer.


Como já referi o BENFICA entrou a mandar no jogo e só que de uma forma um tanto ou quanto imprevisível foi a Académica quem marcou, cerca dos vinte e cinco minutos de jogo com uma enorme fífia de luís Filipe.

Mas o Benfica não acusou o golo, e reagiu bem. Logo a seguir estivemos muito perto de empatar, quando o Di María acertou na barra da baliza da Académica (este tipo tem uma pontaria para a barra que é qualquer coisa incrível) e depois a recarga do Nuno gomes foi bem defendida pelo guarda-redes adversário. Não marcámos nesse lance, mas cinco minutos depois marcámos mesmo.


Na segunda parte a qualidade do nosso futebol deixava algo a desejar, e só mesmo quando o Rui Costa pegava na bola no centro e tentava organizar o jogo é que produzíamos algo.


Mas com o Camacho já sabemos que os jogos são mesmo até ao fim, por isso, mesmo quando as coisas não estão famosas, há sempre aquela secreta esperança que surja o golo nessa altura. Parece-me que à força de isso acontecer tantas vezes a própria equipa do Benfica sobre de produção nessa altura, enquanto que os adversários também começam a temer um pouco esses minutos finais. A verdade é que uma asneirada do Ricardo, que saiu mal a um lançamento lateral do Binya (é melhor verificarem bem se o lançamento foi bem assinalado, não vá o ladrão do árbitro estar a querer beneficiar-nos descaradamente ao assinalar um lançamento a nosso favor), acabou por proporcionar um golo de calcanhar ao Luisão, quando faltavam três minutos para o final.

Agora até já nos damos ao luxo de marcar mais do que um golo nos minutos finais.


Impressionante a performance de David Luiz, forte no jogo aéreo, grande velocidade, sentido de marcação imperial, duro quando é preciso e um talento enorme para sair a jogar com a bola controlada.

Bem também esteve o Luisão, que aos poucos vai voltando à forma a que nos habituou.


E pela primeira vez, um “cantamento“ de Binya resulta em golo… e que golo de Luisão! É preciso haver muito talento e lucidez para conseguir concretizar, de calcanhar, uma bola perdida. Os minutos finais de Adu já se começam a tornar míticos. O americano tem uma espécie de aura inexplicável, bem ao estilo de Mantorras. Saúdo, de forma veemente, o regresso de Petit!
Uma atitude muito positiva, espírito lutador, muito boa condição física, simplicidade de processos e, o mais importante, mal ou bem os jogos acabam por ser ganhos. Isto pode resumir-se simplesmente a uma palavra: competência.


Mais um penalty que ficou por marcar a favor do Benfica, por entrada dura sobre Nuno Assis. Já vai no 6º em 11 jogos.


Gostei tambem de ver mais uma cotovelada do cigano Cúresma que tem 4 amarelos e se visse mais um não jogava contra o GLORIOSO, e obviamente ficou em branco, O ESCANDALO CONTINUA!


Vêm aí dois grandes jogos, com o colosso Milan e o FC do Putedo, que na minha opinião, definirão aquilo que o Benfica fará na restante temporada.


SOU DO BENFICA E ISSO ME ENVAIDECE....

sexta-feira, novembro 23, 2007

BENFICA 6 - Boavista 1, À ANTIGA.......


Este fim de semana futebolisticamente, melhor seria muito difícil: grande cabazada ao Boavista e com nova exibição de luxo de Cristián Rodríguez, derrota humilhante do Sporting em Braga e um inesperado empate do FC Porto na Amadora, onde até chegou a ter dois golos de avanço. Isto, claro, contando com os tais 4-2 dos prodigiosos, e invictos, miúdos do Seixal. O que queriam mais?! A nível desportivo há, ainda, a destacar a indiscutível vitória frente ao FC Porto, em Andebol, e sobre o Valongo, em Hóquei em Patins. Com a equipa de Futsal sem competir devido ao Euro 2007, e a de Basquetebol fora da Liga Profissional, só a equipa de Voleibol baqueou, frente ao Sporting de Espinho, naquele que foi um disputadíssimo confronto de líderes. E foi por muito pouco que não se conseguiu o pleno!

O jogo frente ao Boavista foi, desde já, uma grande partida de futebol. Uma das melhores que vi este ano, sem dúvida.

O Benfica até entrou mal na partida, permitindo o controlo de jogo ao adversário e sofrendo alguns sustos perante a velocidade estonteante do célebre Mateus, que não tem só nome, e os remates perigosos de Jorge Ribeiro. Com a indiscutível dupla de avançados, Cardozo e Nuno Gomes, algo apática, o Benfica apostava na classe de Cristián Rodríguez e nos passes longos de Rui Costa.

O primeiro golo acaba por surgir de forma algo fortuita, e na primeira grande oportunidade de golo para o Benfica. Nuno Gomes com a tabelinha, Rui Costa com a finta deliciosa e o passe açucarado, e Cardozo com a finalização de classe. Os 3 craques a fazerem aquilo que se lhes pede… um golo para a enciclopédia da Luz! Se tudo indicava que se poderia partir para um jogo tranquilo, saiu tudo ao contrário.

Mesmo com 10 jogadores, em novo disparate de Luís Filipe, o Boavista empata o jogo num grande golo de Jorge Ribeiro, após sprint de 40 metros de Mateus. O Benfica “acordou” de imediato e, apenas 3 minutos depois, Léo constrói o bonito golo de estreia de Maxi Pereira. Aqui, sentiu-se claramente que o Benfica iria vencer a partida. Sentimento reforçado com o 3-1, de Rodríguez, 4 minutos depois. Com o vencedor encontrado, e o Boavista até chegou a acertar no poste, deu-se um massacre encarnado e mais 3 golos acabaram por destruir a defesa do Boavista.

A nível individual o destaque vai, obviamente, para Cristián Rodríguez: uma assistência para golo, um penalty ganho, e um golo marcado, é o pecúlio do uruguaio. É um jogador que caiu logo no goto, em virtude da sua velocidade, raça, e técnica individual

Quanto a mim, esta equipa tem dois elementos que estão a mais, independentemente da posição que ocupam: Luís Filipe, o mais óbvio, e Maxi Pereira. Nesse aspecto estou em desacordo com Camacho.

Notas muito positivas, também, para Rui Costa e Nuno Gomes. O capitão do Benfica está em excelente forma e já conta 5 golos no Campeonato. Curiosamente já tem mais golos que Liedson e, não contando com os 4 tentos irregulares de Lisandro, até lideraria a tabela dos melhores marcadores. Quem diria, no início de época? Léo e Katsouranis continuam em alta, mesmo tendo em conta aquela perda de bola do grego que quase dava um golo ao adversário. Compreendo porque foi dada a oportunidade, para marcar o penalty, a Bergessio. Infelizmente, o que poderia ser um bom momento vai ainda piorar as coisas. Boa entrada em campo de Di Maria.

Em relação à arbitragem, infelizmente, há muito para escrever. Paulo Paraty é, indiscutivelmente, um péssimo árbitro e mais uma vez cometeu erros em catadupa. Algo caricatos, os últimos 10 minutos da 1ª parte, onde, sem exagero, ficaram por assinalar umas 4 faltas laterais a favor do Benfica. Nada de grave, no entanto, mas deu para irritar. Lances capitais houve muitos, nem todos com o juízo correcto. Na 1ª parte há 3 lances para possível penalty, que não me parecem existir.

Muito se falou na entrada de Katsouranis que lesionou Anderson mas, neste jogo, houve duas entradas muito piores e uma delas até incapacitou Óscar Cardozo: Rissut em Katsouranis, e o grego até ficou no chão a ser assistido, e Ricardo Silva no paraguaio. Na 1ª nem foi assinalada falta, e faltou o amarelo, enquanto que na 2ª só poderia sair o cartão vermelho e nunca a "lei da vantagem". Os dois penaltys, a favor do Benfica, parecem-me bem assinalados mas será que a cor do cartão foi a correcta? Marcelão agarrou Nuno Gomes e era o último defesa, Jehle não fez o mesmo que Quim contra o Marítimo? Pois, talvez houvessem defesas por perto mas Rodríguez estava a três metros da baliza. Passou despercebido, mas Fleurival agarrou Rui Costa na jogada que dá o 3-1, de cabeça, a Cristián Rodríguez. Não deveria ter sido mostrado um cartão ao jogador boavisteiro? E dá-se a lei da vantagem dentro da área? Não há falta de Luís Filipe sobre Edgar antes do 5-1, de Nuno Gomes, as imagens televisivas são claras.

Fernando e Luís Aguiar falharam o encontro da Reboleira por lesão. O brasileiro, titular indiscutível na equipa de Daúto Faquirá, lesionou-se no último treino antes do jogo. Nem assim conseguiram vencer, mas fica a nota que a vergonha continua na mesma. Não se iludam!

Não foi o Binya, e nem houve, sequer, um amarelo. Por onde anda a malta dos sumaríssimos? Quaresma, Bruno Alves… e Ricardo Silva agradecem!

terça-feira, novembro 13, 2007

Celtic 1 - BENFICA 0, multados pela segunda parte!!!


Pode-se dizer que o início de jogo foi dos melhores que já vi esta época por parte do BENFICA.

Mantendo a bola junto ao chão, e trocando-a em passes curtos e ao primeiro toque, o Celtic ficou praticamente a ver-nos jogar durante o primeiro quarto-de-horanos primeiros 20/25 minutos, o Benfica dominou por completo a partida.

Bastante surpreendente a entrada mandona, e descomplexada, com que os encarnados se impuseram, e só a concretização completamente deficiente - quase sempre de Óscar Cardozo -, impossibilitou que o Benfica fosse para o intervalo com pelo menos 1 golo de avanço,3 falhanços incríveis que, em alta-competição, não se podem ter (7 e 12 minutos, para grandes defesas de Boruc; 21 minutos, só conseguiu canto ao aproveitar desconcentração do guarda-redes polaco).


Os escoceses acabaram por marcar no momento em que já se pedia o intervalo, e até depois de algum relaxamento visitante. Um golo de carambola, em Luisão e Quim, que é um castigo muito pesado para quem tanto tentou e, no momento decisivo…falhou!


A segunda parte foi pior do que a primeira. O Celtic, graças à vantagem no marcador, teve uma atitude muito mais expectante, tentando explorar o contra-ataque sempre que o Benfica se balanceava mais para a frente. O Benfica raramente conseguiu a mesma qualidade de jogo da primeira parte.


Na fase final do jogo o Camacho resolveu apostar em dois avançados, retirando o Cardozo e o Rui Costa. É verdade que o Rui Costa já estava em nítida desaceleração nessa fase, mas depois da sua saída o nosso jogo perdeu ainda mais racionalidade, aumentando muito a quantidade de passes falhados ou sem nexo.

Se ainda alimentávamos alguma esperança para os cinco minutos finais do jogo, o Binya encarregou-se de destruí-las. Uma entrada verdadeiramente animal valeu-lhe, muito justamente, um vermelho directo

Melhores do Benfica para mim o Quim, Luisão, Léo e Rui Costa, sobretudo pela primeira parte que fez. Fiquei desiludido com o Cardozo de quem esperava muito mais neste jogo. Desilusão também pelo Binya: nem sequer quero saber o que é que ele fez durante o jogo, se jogou bem ou mal, porque aquele lance fica marcado. Há uma diferença clara entre agressividade e violência!

a vitória do Celtic acaba por ser justa, não pela sua qualidade de jogo, mas pela inexistência em campo do BENFICA na 2da parte. Não foi um Celtic esmagador, como aquele que ganhou ao Benfica na temporada passada, mas os escoceses fizeram o suficiente para ganhar de forma indiscutível. A presença benfiquista no Celtic Park fica, também, marcada por uma agressão inacreditável do camaronês Binya, nos últimos minutos, que só poderia dar expulsão. Aí esteve bem o sueco Martin Hansson, autor de uma excelente arbitragem.


Assim, a continuidade na Champions League está em risco, sendo que ainda há a possibilidade real de garantir uma vaga na Taça UEFA. Mas, para isso, é preciso vencer na Ucrânia…

segunda-feira, novembro 05, 2007

Paços de Ferreira 1 - BENFICA 2......NA RAÇA!!!!!


O Benfica, na Mata Real, foi sempre superior e, mesmo com exibição algo apagada, conquistou os 3 pontos que o colocam a apenas 6 do 1º lugar.


Vi oBENFICA ter um início de jogo que me surpreendeu, pois foi bastante forte.

Lançámo-nos no ataque desde o primeiro minuto, encostando o Paços junto à sua área, sendo que o adversário raramente conseguia passar do meio-campo.
Esta pressão culminou com o golo à passagem dos vinte minutos, num cabeceamento do Rodríguez (agora ele também sabe jogar de cabeça)

Reagiu bem o Paços ao nosso golo, e não demorou muito a empatar, uma falha de Nuno Assis ao ser literalmente "papado" por cristiano.


O Benfica também reagiu ao golo, e voltou a ganhar um ligeira ascendente, embora sem voltar a conseguir a mesma supremacia dos primeiros minutos.


A segunda parte pareceu-me bastante mais mal jogada.

O jogo mantinha-se num tom parecido ao dos minutos finais da primeira parte, com o Benfica a ter algum ascendente mas com o Paços a contra-atacar bem e a ameaçar conseguir chegar ao golo. O Camacho foi mexendo na equipa, entrando o Nuno Gomes primeiro, e depois o Di María para os lugares do Maxi e do Nuno Assis, respectivamente, mas em termos tácticos não me pareceu que o Benfica tirasse grande partido disso.

No banco, para os últimos minutos o nosso treinador decidia-se pela troca do Cardozo pelo Adu, adiantando o Nuno Gomes.


A 5 minutos do fim do jogo, um livre batido por Rui Costa, Rodriguez mais uma vez ganha a bola para uma boa defesa de Peçanha e na recarga o grego Katsouranis não perdoa, e a justiça no resultado, e fico sempre muito contente quando o Katsouranis marca, porque é um jogador por quem tenho muita admiração.


Se escolhesse o nosso melhor jogador, então seria o Rodríguez. Foi sempre dos jogadores mais esclarecidos, marcou um golo, e esteve no outro. E revelou a faceta de cabeceador, que lhe desconhecia.
Volto a escolher Léo e Cristián Rodríguez como os homens do jogo. São os dois atletas em melhor forma e, por isso mesmo, foi por eles que passou todo o jogo ofensivo do Benfica. É uma delícia ver o futebol que sai dos seus pés. Talento não lhes falta!

Fundamental entrada em jogo de Nuno Gomes, que terá feito um dos melhores jogos da temporada. Impressionante na velocidade e no discernimento dentro de campo. Que seja este o verdadeiro Nuno Gomes de 2007/08!


A aproximação ao primeiro lugar foi pequena, mas pelo menos sabemos que por agora estamos apenas dependentes de nós mesmos.

De forma incrível, Renato Queirós viu poupada a sua expulsão, por acumulação de amarelos, por duas vezes. Já com um amarelo na sua conta, o ex-jogador da União de Leiria simula um ridículo penalty e mete a mão à bola de forma grosseira. Uma expulsão que, vendo pelo desenrolar da partida, talvez tivesse preponderância no resultado.


Em relação ao livre que dá origem ao golo do BENFICA, foi uma falta ganha inteligentemente por Leo, o arbitro poderia marcar ou não, mas é uma falta como muitas outras que existem nos jogos, não é nenhum penalty, nem um golo em claro fora de jogo e mais, no minuto imediatamente anterior ao nosso golo vi uma falta que não existiu ser marcada sobre a linha da área quando um jogador do Paços se atirou literalmente para cima do Binya. Esse livre era potencialmente muito mais perigoso do que o nosso livre. O Paços falhou. O Benfica marcou. O futebol é isto, mas quando se tem mau perder é muito fácil acusar o árbitro de favorecer o adversário.


Agora escandaloso é um golo do Futebol Clube do Putedo, em claro fora-de-jogo,, não é daqueles foras de jogo duvidosos, foi mais uma frutinha para o clube regional, Postiga encontrav-se 2 METROS em fora de jogo, se isto fosse com o GLORIOSO, nunca mais se calavam. impressionante!!!!!


Alias 6 dos 16 golos do FC Porto são irregulares, ou tem origem em irregularidades. Isso dá quase 40% do total! e uns pontinhos a mais...enfim todos os anos a mesma corrupção!


SOU DO BENFICA E ISSO ME ENVAIDECE.....

terça-feira, outubro 30, 2007

BENFICA 2 - Maritimo 1, jogo de equipa!


Este jogo estiveram na Luz praticamente 45.000 espectadores.
O ano passado éramos peritos em deixar fugir resultados nos últimos minutos este ano é o contrário e tudo se deve ao conjunto de vários factores:Raça, suor, vontade, com apenas 10... e até ao último minuto!
É este o Benfica de que nos orgulhamos, uma equipa que luta com todas as armas que tem e nunca desiste até conseguir os seus objectivos. Hoje já tivemos um cheirinho daquilo que Camacho pretende para a equipa… a tal equipa à Camacho!

Na minha opinião existiram 2 lances fulcrais no jogo, o primeiro terá sido o penalty defendido por Butt. Não só desmoralizou Makukula, e os seus colegas, mas também deu um importante mote de confiança aos restantes 10 elementos do Benfica que ficaram em campo.
O segudo Camacho, com as alterações tácticas que introduziu na 2ª parte, essencialmente com derivação de Maxi Pereira para o meio e com a entrada de um elemento fresco para a banda direita, fez o resto.

Em relação ao nosso adversário, deixo um elogio: gostei muito do que vi. Desde o início que nunca se remeteram à defesa, tentaram jogar de igual para igual, e mostraram ter uma equipa muito bem organizada, com bons jogadores.
Acabámos por chegar ao golo após outra idiotice, desta vez do Ricardo Esteves que cortou com a mão um cruzamento do Rui Costa, numa jogada que nem parecia ser muito perigosa.

Mas à passagem da meia-hora, num lance de alguma felicidade o Kanu ficou isolado diante do Quim, que o derrubou provocando o respectivo penalti e consequente expulsão do nosso guarda-redes. Em relação à expulsão de Quim, com o consequente penalty, é um lance discutível – porque há contacto mas este não é promovido pelo guarda-redes – mas aceito que se marque. É um lance muito semelhante ao que permitiu o empate do FC Porto em Marselha, e está sujeito a interpretações diferentes, mas, na minha óptica, Pedro Proença decidiu bem.


Após o intervalo surgiu o Luís Filipe no lugar do Di María. Julgo que a intenção do nosso treinador era a de dar um pouco mais de equilíbrio à equipa
Á medida que o tempo passavam dominando o jogo apenas com 10 jogadores, parecia que a equipa ia perdendo lucidez, e apesar de procurarmos a vitória faziamo-lo de forma incorrecta, com os jogadores a agarrarem-se muito à bola (mais uma vez o Rodríguez, e também o Rui Costa, estiveram em evidência nesse aspecto). Mas acabou por ser na sequência de uma iniciativa individual (quase até desesperada) que o Benfica chegou ao golo da vitória. Foi uma jogada incrível do Léo, que foi desde a esquerda até à direita, para depois numa posição de autêntico extremo direito fazer o centro rasteiro que o Adu finalizou com um toque de classe. O americano está a começar a tornar-se o Mantorras desta época: entra perto do final para resolver os jogos.
A nível individual, há a destacar a extraordinária prestação de Léo, e já tinha estado soberbo no desafio com o Celtic – e de Cristián Rodríguez. Quanto a mim foram os dois melhores jogadores do Benfica, no que diz respeito a entrega, à velocidade empreendida nos lances e ao discernimento durante os 90 minutos.Binya tem muitíssimo talento, e é um recuperador de bolas nato, mas nunca vi ninguém no Benfica que fosse tão caceteiro
Quim e Edcarlos foram comidos de cebolada no 0-1, o que torna a sua prestação negativa, tal como também foi a de Di María, talvez o pior elemento deste jogo.
Não gostei do constante atabalhoamento de Cardozo, nem do excessivo individualismo de Rui Costa.
Freddy Adu já é um caso sério de popularidade e de produtividade. Mais uma vez no sítio certo, mas uma vez a resolver! Maxi Pereira, a jogar no meio, foi um luxo! Luisão e Katsouranis muito seguros no processo defensivo, o grego esteve um pouco apagado no ataque. Butt entrou bem e mostrou as tais credenciais a defender penaltys, sempre rende o chorudo ordenado que veio para cá ganhar.

Em relação à arbitragem foi erro atrás de erro, ainda por cima com uma postura intimidadora e emproada.
Como é possível Pedro Proença ter deixado em campo Binya e Kanu, por duas entradas a matar sobre Marcinho e Edcarlos?
E se já não bastava isto, o árbitro de Lisboa ainda deixa passar um penalty do tamanho do Estádio da Luz, cometido sobre Léo e quando tem o ângulo de visão completamente aberto, felizmente não teve influência no resultado, porque o Benfica ganhou o jogo, mas poderia ter acontecido o mesmo que sucedeu contra o Leixões e o Vitória de Guimarães. Já se esqueceram?

Alias, O que têm em comum as arbitragens 2007/08 do Leixões-Benfica, do Benfica-Guimarães, do Benfica-Sporting, do União de Leiria-Benfica e do Benfica-Marítimo?!

domingo, outubro 28, 2007

BENFICA 1 - Celtic 0.......Foi um triunfo tão suado quanto merecido do Benfica !!






O Benfica apresentou-se com a equipa que vinha sendo anunciada, com o Katsouranis a recuar para central, Binya e Nuno Assis como titulares, e a dupla Bergessio/Cardozo no ataque.





Quanto ao Celtic, mostrou desde os primeiros instantes ao que vinha: jogar para o empate. Dispôs-se em 4-5-1, jogando quase sempre com os onze jogadores atrás da linha da bola, e arriscando muito poucos contra-ataques, que nas raras vezes que aconteciam eram quase sempre conduzidos pelo lado direito através do McGeady. No fundo, acabaram por vir à Luz jogar como já estamos habituados a ver as equipas do nosso campeonato fazerem. Foi assim uma espécie de Penafiel celta. Eu confesso que desde sempre que não consigo levar esta equipa escocesa a sério. Tenham os jogadores que tiverem, gastem o dinheiro que gastarem, no meu subconsciente eles são sempre um bando de jogadores acepalhados (nem sei se esta palavra existe) tipicamente britânicos que têm a sorte de terem adeptos que são dos melhores do mundo.





Dada a atitude do Penafieltic, não surpreendeu portanto que o Benfica, mesmo não jogando particularmente bem, tivesse um domínio territorial quase absoluto durante a primeira parte. A posse de bola adversária era quase limitada a uns alívios para a frente.


O ponto mais vulnerável da defensiva escocesa, e aquele por onde mais conseguimos furar, era o lado direito da sua defesa, onde apareceu o central Caldwell (este verdadeiramente um cepo da 'velha escola', e que o ano passado fez o favor de nos oferecer dois golos) adaptado, e que tinha muitas dificuldades em travar as entradas do Léo e do Rodríguez.





No segundo tempo o Benfica entrou com muito mais velocidade e vontade de chegar ao golo, o que poderia ter acontecido muito cedo, quando o Cardozo deu o mote para uma grande segunda parte ao ver um cabeceamento seu ser correspondido com uma grande defesa do Boruc.





Ao fim de um quarto de hora entraram o Di María e o Adu para os lugares do Bergessio e Nuno Assis. Não sei se alguma vez isto teria acontecido, mas depois disto os quatro jogadores mais ofensivos do Benfica eram todos canhotos. Esta alteração foi benéfica para nós, sobretudo por causa do Di María.





As oportunidades continuaram a surgir, muito por culpa do Cardozo. Na recarga a um remate do Rodríguez atirou a bola à barra. Pouco depois, e após um trabalho muito bom dentro da área (desmarcação, recepção, rotação e remate) voltou a acertar nos ferros da baliza. O Benfica pressionava e procurava o golo, os escoceses pareciam já não conseguir manter a organização defensiva que tinham revelado na primeira parte, mas o golo não havia maneira de surgir. Tal como no primeiro tempo, era sobretudo pelo lado esquerdo que o Benfica insistia, com o Léo e o Rodríguez muito activos, e ainda o Rui Costa a cair diversas vezes para essa zona (se depois daquele túnel ao Caldwell ele marca golo acho que o estádio vinha abaixo). E a três minutos do fim, numa altura em que eu já começava a ficar conformado e com flashbacks do jogo com o Boavista do ano passado a passarem-me pela cabeça, o Di María viu finalmente uma desmarcação do Cardozo (digo finalmente porque eu já reparei que ele tenta aquele movimento diversas vezes, mas raramente lhe endossam a bola), fez um passe perfeito, e o paraguaio matou no peito e tocou de primeira para a baliza. Fiquei muito contente por ter sido ele a marcar. Eu deposito muitas esperanças neste jogador, e se depois da segunda parte que fez hoje ele acabasse em branco isso poderia ter efeitos devastadores na sua confiança. Fez-se assim justiça ao cair do pano.




Como é óbvio, o Cardozo merece destaque pela exibição que fez hoje, particularmente na segunda parte, já que a primeira foi fraca. Boas exibições também do Léo e do Rodríguez, que conduziram a maior parte das jogadas de ataque do Benfica. O Quim voltou a mostrar que está num excelente momento, respondendo bem nas poucas vezes em que foi chamado.



No cômputo geral julgo que a equipa esteve bem, sobretudo por causa da atitude demonstrada.



Com a vitória do Milan o grupo ficou completamente em aberto, embora as coisas não sejam fáceis para nós, já que só temos mais um jogo em casa. Parece-me que se queremos alimentar alguma esperança em passar à segunda fase teremos que ganhar em Glasgow, o que por norma é extremamente difícil. Mas eu acredito que é possível e bastante provável, pois apena temos que jogar o nosso futebol!



SOU DO BENFICA E ISSO ME ENVAIDECE.............

quarta-feira, outubro 03, 2007

Afinal o quarto clube português não está em belem mas em alvalade.....

Ranking IFFHS: Sporting é o quarto clube português!

O Benfica continua a ser o clube português melhor cotado no «ranking» da IFFHS, a Federação Internacional de História e Estatística do Futebol.
O F.C. Porto é o segundo e na actualização de Outubro o Sp. Braga ultrapassou o Sporting no terceiro lugar.

O líder desta classificação, que tem em conta os resultados oficiais dos clubes nos últimos 12 meses, continua a ser o Sevilha. O Chelsea, que ocupava o segundo lugar, desceu para quinto.
Ranking de clubes da IFFHS (Outubro 2007):

1. (1.) Sevilha, 285
2. (6.) Colo Colo, 275
3. (3.) Santos, 272
4. (4.) Boca Juniors, 268
5. (2) Chelsea, 262 6
6. (5.) Manchester United, 262
7. (7.) Milan, 248
8. (9.) Roma, 242
9. (10.) Inter, 239
10 (7.) Liverpool, 237 (¿)

34 (38) Benfica, 173
57 (68) F.C. Porto, 139,5
104 (81) Sp. Braga, 114
112 (80) Sporting, 112,5
241 (227 Belenenses, 76,5
273 (210) U. Leiria, 73,5

É só para as lagartixas terem os pés bem assentes na terra, e porque me dão uma grande vontade de rir quando tristamente pondem pensar em comparar-se ao grande GLORIOSO...alias este ranking nada tem a ver com o passado, é so o presente ano...porque se fosse do passado e presente o BENFICA está em 7ºlugar....

Podem comprovar em http://www.maisfutebol.iol.pt/noticia.php?id=861448&div_id=1304

Basta dizer que ontem em 100 anos de história conseguiram a primeira vitoria de SEMPRE fora na Taça dos campeões europeus/liga dos campeões......de rir...

SOU DO BENFICA E ISSO ME ENVAIDECE...

sexta-feira, setembro 28, 2007

Senhor Duarte Gomes

Somos, de facto, um clube muito grande. O senhor em epígrafe veio hoje declarar ao site da Liga que "houve um houve um claro erro de arbitragem" e que "esconder-me atrás de erros não faz parte da minha forma de viver esta actividade." Curioso... Alguém se lembra de o ouvir fazer semelhante declaração depois do penalty do Jardel na antiga Luz? ...onde era este senhor o arbitro desse jogo...

Ou de ouvir os árbitros dos nossos jogos frente ao Leixões e V. Guimarães falar dos penalties não assinalados ao Nuno Assis e Fábio Coentrão, respectivamente? Ou de o árbitro dos lagartos-V. Setúbal falar do penalty do Gladstone sobre o Matheus com o resultado em 0-0? Ou o do U. Leiria-clube regional falar do centro fora de campo que deu origem ao golo da tranquilidade?

Não! Estas originalidades só acontecem connosco... Alguém quer apostar que, por causa de um penalty na competição menos importante do calendário nacional, vamos ter que ouvir a lenga-lenga do "levados ao colo" até final da época?

Este penalti erradamente assinalado a nosso favor na taça da carochinha vai-nos ser arremessado à cara e usado como arma contra nós até ao final da época. Inevitavelmente, pelas virgens arrependidas que choram lágrimas amargas e batem no peito de cada vez que alguma coisa lhes corre mal nestas cenas da arbitragem, e que depois se calam que nem ratos quando são elas as beneficiadas.....

SOU DO BENFICA E ISSO ME ENVAIDECE....

quarta-feira, setembro 26, 2007

Braga 0 - BENFICA 0...NULO??!!


O nulo contra o Braga foi aquele que me deixou mais desapontado desde que o Camacho regressou ao clube. Não foi por uma questão de atitude, porque até me pareceu que o Benfica quis sempre vencer o jogo. Foi mesmo pela qualidade do nosso jogo, sobretudo na construção das jogadas de ataque, já que, e ao contrário dos outros jogos, raramente conseguimos criar oportunidades de golo.

Duas alterações em relação ao jogo de Milão, com a entrada do Binya para o lugar do Miguel Vítor, com o consequente recuo do Katsouranis para a posição de central, e do Nuno Gomes para o lugar do Cardozo

No meio campo, e apesar de jogarem os mesmos de Milão, o seu posicionamento foi diferente, com o regresso do Maxi Pereira à direita, recuo do Rui Costa, e colocação do Di María nas costas do avançado (trocando frequentemente com o Rodríguez). A primeira parte foi um espelho daquilo que o jogo seria durante praticamente todos os noventa minutos. Ambas as equipas a jogarem para ganhar, mas nenhuma delas a conseguir criar muitas oportunidades claras de golo.

Quanto aos jogadores, foi uma boa estreia a titular do Binya. É um jogador a rever. Recuperou bastantes bolas, e posicionou-se sempre bem defensivamente

Katsouranis diga-se que ele foi mais uma vez um dos melhores em campo, o que começa a ser uma constante de cada vez que ele joga a central. Bem também esteve mais uma vez o Quim, que apesar de não ter tido muito trabalho esteve sempre perfeito. Cristian Rodriguez, não engana é um grande jogadore.
Pela negativa esteve o Maxi Pereira. Falhou inúmeros passes, e esteve completamente desastroso nos centros.

O que não gostei foi mesmo de Camacho nas substituições, tirar Di Maria e meter Nuno Assis?!...Tirar Nuno Gomes e meter Cardozo?! No fim ainda meter Romeu Ribeiro(trinco)…o que deu para perceber foi que Camacho quis defender o empate, e para mim no BENFICA isso nunca é lógico nem compatível, o BENFICA joga sempre para ganhar EM TODOS OS CAMPOS, ouviu Mister?!

O dourado Paulo Costa devia ser irradiado. Como é possível amarelar Binya, num lance viril mas com bola, e fazer ouvidos moucos à escandalosa patada de Linz em Léo? Surreal a forma como este indivíduo continua a roubar impunemente! A bem da verdade, têm havido erros grosseiros na maioria dos jogos já disputados pelo Benfica. Tal situação não explica a má entrada da equipa na Liga mas favorece-a claramente.


SOU DO BENFICA E ISSO ME ENVAIDECE....